Biografia

Conheça mais sobre quem é Edgard Corona e a trajetória repleta de transformações do sócio-fundador e CEO da Smart Fit, que possui mais de 30 anos de experiência no segmento fitness.

Anos 70
Anos 70 5

Formado em Engenharia Química pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), entre 1974 e 1979, o CEO do grupo Bio Ritmo e Smart Fit, Edgard Corona, é um dos principais nomes do segmento fitness no Brasil.

Um engenheiro químico apaixonado por atividade física e esportes.
Anos 80
Anos 90

Assim como acontece com tantos jovens empreendedores, Edgard era alguém procurando seu próprio caminho e isto, para ele, sempre significou experimentar – e muito. Fato que explica sua escolha pela faculdade de Química: um estudo apaixonante para ele, pois, basicamente, trata-se de trabalhar com constantes transformações.

Empreendedor nato, Edgard começou sua carreira com apenas 19 anos e ainda no segundo ano da faculdade de engenharia, transformando a si mesmo, de funcionário a empresário. Passou por um laboratório de análises de materiais e, em seguida, migrou para uma confecção com lojas próprias.

Momento de Virada

Com o negócio de moda jovem muito bem-sucedido, produzindo basicamente jeans e camisetas, Corona teve um ensinamento que sempre carrega consigo: coloque o foco em saber o que o cliente quer – e não o que achamos que ele quer.

A experiência não só foi boa como prosperou muito posteriormente, mas, como de costume, era hora de Edgard mudar mais uma vez.

Em 1996, resolve fazer um novo experimento: iniciar um novo negócio. Nascia a primeira academia Bio Ritmo, em Santo Amaro.
Anos 90
Anos 2000

Movimento e transformação, coisas de engenheiro químico.

Aos 34 anos, Edgard decidiu mudar radicalmente de segmento, mais uma vez. E no meio do caminho, topou com uma rampa de esqui, que trouxe consequências inusitadas para sua vida e sua trajetória como empresário.

Devido ao acidente de esqui, Edgard precisava realizar sessões de fisioterapia o dia inteiro, e nada melhor do que as fazer em sua própria academia, o que o levou a passar mais tempo imerso neste mundo e expandir, ainda mais, sua visão do negócio.

Decidiu se dedicar integralmente a este negócio, investindo tempo e observando atentamente os erros e acertos feitos até então. Assim, fundava a Bio Ritmo.

O objetivo do empresário, com isso, era o de inovar e implantar um novo modelo de gestão de negócios do fitness. Enfrentando desafios, neste primeiro momento, o desenvolvimento da academia ainda não era como o esperado. Mas isso não desanimou Corona.

Sempre buscando aprender com outras experiências, o executivo realizou o processo de “benchmark” e procurou reunir informações que o ajudassem a direcionar adequadamente aquilo que ele procurava alcançar.

Período de Adversidades

“Cobra que não anda, não come sapo”, costuma repetir Edgard

Apostando novamente no movimento e na transformação, abriu uma filial da academia Bio Ritmo na Avenida Paulista, visando criar um novo tipo de experiência e alcançar aqueles que tinham pouco tempo para a prática de exercícios. A iniciativa deu certo e, cada vez mais, a Bio Ritmo passou a ter destaque no setor de academias, com novas unidades sendo abertas.

Mesmo com a empresa crescendo, Edgard não se acomodou. O empresário que acredita que seu papel é sempre encarar de frente as mudanças que a vida traz, passou a frequentar congressos de fitness fora do país, o que fomentou a troca de experiências com gestores da área e a ideia de elaboração de um novo modelo de negócio para o setor.

Anos 2000
Anos 70 1

Uma jornada repleta de transformações

Então, em 2008, foi fundada a Smart Fit, um novo modelo de academia. A Bio Ritmo agora se tornava um grupo. Por seu espírito empreendedor, Edgard implementou alterações no negócio que se consolidava como uma referência na América Latina, expandindo os serviços para clientes de diversas classes e abrindo novos caminhos.

Não por acaso, hoje, Edgard Corona é considerado um dos maiores precursores da gestão de negócios fitness, encontrando-se entre os mais bem sucedidos empresários da América Latina devido à sua atuação como CEO do grupo.

Fazer o que se deseja, cumprindo o que acredita.

Seguindo com foco no propósito de democratizar o fitness de alto padrão, recentemente, o Grupo deu mais um passo importante: a abertura de capital da Smart Fit para o mercado de investimentos na Bolsa de Valores do Brasil.

Os recursos captados pela Oferta Primária do Grupo Smart Fit terão como destino a continuidade do plano de crescimento, principalmente no cenário pós-pandemia, com possíveis aquisições estratégicas e investimentos em iniciativas para o desenvolvimento e fortalecimento da companhia de forma escalável, nos 14 países da América Latina onde a empresa possui filiais.